Total de visualizações de página

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Outra vez me vejo procurando um destino entrelaçado em algum esconderijo,
pois meus anseios me paralisam.
E não é que novamente estou terminando 05 anos dedicados a minha imensidão?
E vou fazer 30 anos
e ainda não sei quem sou.
O que será que será?
Sei que vou sentir falta
das aulas, da biblioteca, dos cigarros pós-provas.
Amanhã brindarei meu novo ano,
com os amigos que fiz, vou brindar a minha luta,
por uma sociedade igualitária
porque agora sou ferramenta humana,
que se dedicará a trazer justiça a quem não acredita nela.
Continuo sendo eu mesma, porém, com a benção de desvendar os problemas
e transformá-los em solução,
Eu sei que muita gente do meu passado não consegue me ver,
eu também demorei, transcorreu muito tempo pra entender
que apesar de ser assim, como diriam os conservadores "porra louca",
posso não somente acreditar no estado democrático de direito
como posso alcançá-lo
como a minha mente e meu coração.

2 comentários:

Ateismo disse...

tem q escrever mais né?

Casu e nós Três disse...

Olá Pri é bem díficil postar um comentario, mas consegui, bom adorei seu último texto, a sua despedida da faculdade....

bjus.
da mala sem alça que gosta muito de vc.

c.